22 março 2011

I’m still here...



Atchimmm...!!!!!
Meio empoeirado aqui não?
Eu não morri, nem fugi pro Caribe,
nem fui sequestrada ou abduzida
e nem abandonei meus queridos leitores do blog.
Acho que sou a desocupada mais sem tempo que já conheci...
É o meu jeito assim sei lá de ser...
Muita correria...
Mas to indócil para postar todos os MEMES que ganhei.
São todos muito lindos...amei-os!!!!!
Desde já...obrigado pelo carinho.
I’ll be back!!!!!
(as soon as possible)
Bjks.

19 março 2011

Resolvido...


Abdômen bem resolvido?
Peitoral bem resolvido?
Pernas bem resolvidas?
Prefiro algum homem que tenha o coração bem resolvido.

Full moon...


Lua Cheia...
Noite perfeita pra dar uma fugidinha com você.
Se você quer saber o que vai acontecer...
Primeiro a gente foge,
depois a gente vê!
;D

Lua...


Eu já falei pra Lua tanto de você...
que até mesmo ela quer te conhecer.

17 março 2011

Tomara...



Que você volte depressa
Que você não se despeça
Nunca mais do meu carinho
E chore, se arrependa
E pense muito
Que é melhor se sofrer junto
Que viver feliz sozinho
Tomara
Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz
E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais

Vinicius de Moraes


16 março 2011

Uma Faxina...


Estava precisando fazer uma faxina em mim...
Jogar fora alguns pensamentos indesejados.
Tirar o pó de uns sonhos.
Lavar alguns desejos que estavam enferrujando.....
Tirei do fundo das gavetas...lembranças que não uso e não quero mais.
Joguei fora ilusões, papéis de presente que nunca usei, sorrisos que nunca darei...
Joguei fora a raiva e o rancor das flores murchas guardadas num livro que não li.
Peguei meus sorrisos futuros e alegrias pretendidas e as coloquei num cantinho, bem arrumadinhas.
Fiquei sem paciência!
Tirei tudo de dentro do armário e fui jogando no chão:
Paixões escondidas, desejos reprimidos, palavras horríveis que nunca queria ter dito, mágoas de um amigo, lembranças de um dia triste...
Mas lá havia outras coisas belas...!!!!!
Uma lua cor de prata...o choro de meus filhos ao nascerem, seus primeiros passos, os abraços....aquela gargalhada no cinema, o primeiro beijo...o pôr do sol...
Encantada e me distraindo, fiquei olhando aquelas lembranças...sentei no chão...
Joguei direto no saco de lixo os restos de um amor.
Peguei as palavras de raiva e de dor que estavam na prateleira de cima - pois quase não as uso - e também joguei fora!
Outras coisas que ainda me magoam, coloquei num canto para depois ver o que fazer, se as esqueço ou se vão pro lixo.
Revirei aquela gaveta onde se guarda tudo de importante:
Amor, alegria, sorrisos, fé…
Como foi bom...!!!!!
Recolhi com carinho o amor encontrado, dobrei direitinho os desejos, perfumei a esperança, passei um paninho nas minhas metas e deixei-as à mostra.
Coloquei nas gavetas de baixo lembranças da infância, em cima, as de minha juventude, e...pendurado bem à minha frente, coloquei a minha capacidade de amar...
e de recomeçar.
Se hoje fosse o seu último dia...
Quem você escolheria para dizer adeus?

Martha Medeiros

Só hoje...


Preciso mergulhar nos seus olhos
Amar-te sem braços ou abraços
como quem procura no teu olhar
O ar...
Preciso amar-te sem tropeçar em silabas
Sem esbarrar em frases feitas
Refeitas...
Preciso amar-te com os olhos
Calar a voz
E sentir...
Somente sentir o verbo...
Amar

Final Feliz...


Eu amo tudo o que foi
Tudo o que já não é
A dor que já não me dói
A antiga e errônea fé
O ontem que a dor deixou
O que deixou alegria
Só porque foi, e voou
E hoje é já outro dia.

Fernando Pessoa

15 março 2011

As sem-razões do amor...


Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

Carlos Drummond de Andrade

Outra Vez...


Hoje abracei o sol
Quero beijar a lua
A felicidade voltou
e eu voltei com ela
Colei meus pedaços
de qualquer maneira
Reatei nossos laços
e me refiz inteira
Somente para ser
novamente tua!

Ginna Gaiotti

Gentileza gera gentileza.

 


Acho que o compartilhamento é o fortalecimento dos elos entre os blogueiros.
Gentileza gera gentileza.
Devemos passar adiante.
Ofereço esse Mimo aos seguintes Blogs que amo de paixão:


As regras são:
1- Postar a imagem do selo no blog.
2- Indicar 5 blogs de que goste muito.
3- Avisar aos indicados.

Fico muito feliz com as visitas e o carinho de vocês...!!!!!

Falso Amor...


Que fazer...
Quando nossos olhos não têm mais o que dizer...
Quando nossas peles já não se arrepiam...
E nossas mãos se tocam assim, como desconhecidas...

Que fazer...
Quando não importa mais a hora da partida...
Quando nossos cheiros passam assim despercebidos...
E nossos desejos já nos deixam dormir em paz...

Que fazer...
Quando não nos vemos, sem doer...
Quando os pensamentos já não são mais um do outro...
E nossos encontros viram um “tanto faz”...

O que fazer, minha querida? Fazer o quê?
Se tudo não passou de mais um falso amor...
Dos tantos que deixamos para trás...

(Rico Meyer)

Ebaaaa....mais um selinho...!!!!!!


Esse eu recebi da Andressa da Mata


Obrigada Linda...ameeeei...!!!!!


Vamos ao meme:

1º- Morrer magra ou viver 100 anos gorda?

Magra ou gorda, o importante é estar feliz...se chegar aos 100 anos então é a glória.

2º- O que te consola mais: um abraço ou uma palavra carinhosa? 

Um abraço com umas palavrinhas carinhosas no pé do ouvido...ui...é td de bom.

3º- Ser feliz ou fazer alguém feliz?   

Fazer alguém feliz deve ser a nossa maior felicidade.

4º- Se você pudesse ter um super poder qual seria? 

Acho que eu adoraria ficar invisível...isso em certos momentos seria providencial.

5º- O amor suporta tudo?   

Não. O amor não te deixa à mercê da vontade alheia. O nome disso é Boa Noite Cinderela. O amor é outra coisa.

6º- O que você costuma fazer quando está pra baixo?  

Como diria a nossa querida Tati Bernardi...coloco um band-aid no coração, um sorriso nos lábios e td bem.

7º- O que você deixaria aos pés da cruz?

A maldade alheia.

8º- Se defina em três palavras?

Exagerada, Inquieta e Sincera...não necessariamente nessa ordem...rsrsss

9º- Algum lugar do passado?

A casa da minha avó...era meu paraíso particular.

10º-Qual o pecado que te seduz?

A gula...se não fosse a preguiça de cozinhar...rsrssss 

Os blogs com a carinha do selinho e para responder o meme que indico:






14 março 2011

Uhuuuul...!!!!!

Ebaaaaaa...
Ganhei o meu 1º selinho
Uhuuul...!!!!!
A 1ª vez a gente nunca esquece.
Você é uma fofa...ameeei...!!!!!

Obrigado Manu!


13 março 2011

Inspiração...

Parece que ela veio do céu...
Os olhos cor de mel...
Um sonho de verão...
Parece que ela veio do nada...
Pra ser a minha amada...
A minha inspiração...
Parece que ela veio de um conto...
Direto ao meu encontro...
Só pra me conquistar...
Parece que ela veio da luz...
Pintou nos meus olhos azuis...
As cores do amor ao chegar...
Parece que ela veio pra mim...
Com jeitinho de sim...
Jeitinho de quem quer ficar...
Parece que ela veio de vez...
E olha o que ela fez...
Eu fui me apaixonar...
Parece que ela veio da dança...
Um andar que balança...
Pura sensualidade...
Parece que me trouxe o passado...
Tesão de namorado...
Num amor sem idade...
Parece que ela é toda poesia...
Olhar que contagia...
Sorriso de criança...
Parece que ela é minha princesa...
Ela é tanta beleza...
Que a razão não alcança...
Parece que o destino sabia...
Que ela é que seria
minha outra metade...
Parece que ela veio de Deus...
Para os braços meus...
Por toda a eternidade...
Parece que ela me trouxe a vida...
A página perdida...
O verso que não fiz...
Parece que me trouxe o presente...
O amor que estava ausente...
O amor que eu sempre quis...
 
(Rico Meyer)


Copyright.
Todos os direitos reservados para Ricardo Meyer.
Obra registrada e protegida pela Lei do Direito Autoral.

Falta tanto...

 
Falta amor
Falta dor
Falta o beijo que ainda não beijamos
E os segredos que ainda não contamos
Faltam tantos
Falta rir
Falta dividir
Aprender o que ainda não sabemos
Falta dar o que ainda não nos demos
Falta tanto
Falta tempo
Falta abraço
Falta calma
Falta o passo a passo
Falta a gente se entregar
E se lembrar que amar
Não vai tirar de nós nenhum pedaço
Faltam noites
Faltam dias
Faltam brigas
Faltam poesias
Falta a gente se encarar de frente
E resolver viver as nossas fantasias
Falta voz
Faltam nós
Faltam coisas que ainda não fizemos
Falta à gente transformar a gente
No que ainda não temos
Falta ir
Falta vir
Falta o livre acesso dos amantes
Deixar o riso solto e a porta aberta
Sempre, sempre como antes
Falta tempo
Falta abraço
Falta calma
Falta o passo a passo
Falta à gente se entregar
E se lembrar que amar
Não vai tirar de nós nenhum pedaço
Faltam noites
Faltam dias
Faltam brigas
Faltam poesias
Falta a gente se encarar de frente
E resolver viver as nossas fantasias
Falta amor
Falta dor
Faltam beijos que ainda não beijamos
E os segredos que ainda não contamos
Faltam tantos
Falta rir
Falta dividir
Aprender o que ainda não sabemos
Falta dar o que ainda não nos demos
Falta tanto

(Música de Ricardo Meyer)


Copyright.
Todos os direitos reservados para Ricardo Meyer.
Obra registrada e protegida pela Lei do Direito Autoral.

Seja ...


Objeto
do meu mais desesperado desejo
não seja aquilo
por quem ardo e não vejo

seja a estrela que me beija
oriente que me reja
azul amor beleza

faça qualquer coisa
mas pelo amor de deus
ou de nós dois
seja


Paulo Leminski

Ouça-me...


(...)

já sabe o que eu sinto de cor
ou vou ter que escrever nos muros
gritar nas ruas
mandar por num Out-Door ?

de tanto não poder dizer
meus olhos deram de falar
só falta você ouvir


E que no momento certo se reencontrem e que nada, nada seja por acaso...


Eles se amam, todo mundo sabe, mas ninguém acredita.
Não conseguem ficar juntos.
Simples.
Complexo.
Quase impossível.
Ele continua vivendo sua vidinha idealizada
e ela continua idealizando sua vidinha.
Alguns dizem que isso jamais daria certo.
Outros dizem que foram feitos um para o outro.
Eles preferem não dizer nada.
Preferem meias palavras e milhares de coisas não ditas.
Ela quer atitudes, ele quer ela.
Todas as noites ela pensa nele, e todas as manhãs ele pensa nela.
E assim vão vivendo até quando a vontade de estar com o outro for maior do que os outros.
Enquanto o mundo vive lá fora, dentro de cada um tem um pedaço do outro.
E mesmo sorrindo por aí, cada um sabe a falta que o outro faz.
Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos.
É fácil porque os dias passam rápidos demais, é difícil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles.
E todos os dias eles se perguntam o que fazer.
E imaginam os abraços, as noites com dores nas costas esquecidas pelo primeiro sorriso do outro.

Tati Bernardi

11 março 2011

Rotina...


Depois dos sonhos:
A rotina da mão é o toque.
A rotina da garganta é o rock.
O coração é a rotina da batida.
A rotina do equilíbrio é a medida.
O vento é a rotina do assobio.
A rotina da pele é o arrepio.

Vide bula...


Solidão não cura com aspirina.

Pegadas...


Tantas pegadas...

No chão.
No cabelo.
Na rua.
No chuveiro.

Pegadas que deixam.
Pegadas que  nos levam.
Longe...
Perto.

Pegadas na cintura
Do tipo que segura
Que dura...
Que tira a compostura.

Pegadas...
Não são aladas
Ou são?
Passos que vêm
Vôos que vão...

Textos...
São pegadas
Que des.amassam para seguir
Leia-me agora
(venha)
Não quero mais me despedir.

Angélica Lins

Pedido...


Pai guarda o meu coração...
onde nem mesmo os meu
sentimentos possam
interferir na tua vontade!

Give up...


Quando fazemos tudo para que nos amem
e não conseguimos,
resta-nos um último recurso:
Não fazer mais nada.
Por isso, digo,
quando não obtivermos o amor,
o afeto ou a ternura que havíamos solicitado,
melhor será desistirmos
e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram.
Não fazer esforços inúteis,
pois o amor nasce,
ou não,
espontaneamente,
mas nunca por força de imposição.
Às vezes,
é inútil esforçar-se demais,
nada se consegue.
Outras vezes,
nada damos e o amor se rende aos nossos pés.
Os sentimentos são sempre uma surpresa.
Nunca foram uma caridade mendigada,
uma compaixão ou um favor concedido.
Quase sempre amamos a quem nos ama mal,
e desprezamos quem melhor nos quer.
Assim, repito,
quando tivermos feito tudo para conseguir um amor,
e falhado,
resta-nos um só caminho...
O de mais nada fazer!

Clarice Lispector

08 março 2011

Ser MULHER...


Ser mulher é ver o mundo com doçura,
é admirar a beleza da vida com romantismo.
É desejar o indesejável.
É buscar o impossível.
O poder de uma mulher está em seu instinto,
porque a mulher tem o dom de ter um filho,
e cuidar de vários outros filhos que não são seus.
Ah, as mulheres!
Ainda que sensíveis,
mulheres conseguem ser extremamente fortes,
mesmo quando todos pensam que não há mais forças.
Mulheres cuidam de feridas e feridos
e sabem que um beijo e um abraço,
podem salvar uma vida
ou curar um coração partido.
Mulheres são vaidosas,
mas não deixam que suas vaidades suplantem seus ideais.
Muitas mulheres mudaram o rumo

e a história da humanidade,
transformando o mundo em um lugar melhor.
A mulher tem a graça de tornar a vida alegre e colorida,
e ela pode fazer tudo isto quantas vezes

e do jeito que quiser.
Até de salto alto.
Ser mulher é gostar de ser mulher
e ser indiscutivelmente feliz e orgulhosa por isso.


PARABÉNS A TODAS NÓS...!!!!!

(Dia Internacional da Mulher ... 08/03)

07 março 2011

Quem sabe...


Quem sabe, sabe
Conhece bem
Como é gostoso
Gostar de alguém

Ai "meu bem" deixa eu gostar de você
Boêmio sabe beber
Boêmio também tem querer

E a colombina só quer um amor...


Nosso baile será encantador
Eu de Colombina e você de Pierrô
Buscando um doce afeto
O amor de quem eu tanto quero.
Nossa dança será muito linda
Cheia de emoção e de magia
Os beijos serão infinitos
Será o encontro mais bonito.
Quando a orquestra finalizar
Não iremos nos separar
Caminharemos a um lugar
Onde lá poderemos nos amar.
Nosso amor será tanto!
Depois não haverá mais pranto
De você não irei largar
Para sempre um belo par.
As recordações permanecerão vivas
Até o fim de nossas vidas.
Pois o amor verdadeiro é ilustre
Lindo e infinito enquanto dure.